Carla Zambelli diz que Moro perseguia PT e protegia PSDB

O ex-juiz recentemente deixou o ministério da Justiça e Segurança Publica de Bolsonaro

(Foto: Carlos Macedo/Câmara dos Deputados)

Em entrevista à Rádio Gaúcha, concedida na última segunda-feira, 25, a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) disse que o Sérgio Moro, quando ainda juiz, “tinha predileção em condenar o PT (Partido dos Trabalhadores)” e proteger o PSDB. As informações são do Correio Brasiliense.

Anúncios

“Durante o período em que o Sergio Moro ficou como juiz, a única pessoa que ele prendeu de fora do PT, de grande escala, foi o Eduardo Cunha. Não tivemos prisões do Mensalão tucano, de vários mensaleiros tucanos que estavam sem foro privilegiado. Não vou ser injusta com o ministro”, disse a bolsonarista.

Recentemente o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) rompeu relações com o Governo e deixou o ministério. O ex-juiz acusou o chefe do Executivo de tentar interferir na Polícia Federal (PF).

Anúncios

Ao ser questionada se Moro protegia o partido tucano e poderia, futuramente, ser candidato pela sigla, Zambelli afirmou: “É isso o que estou dizendo. Não sei se vai ser candidato pelo PSDB ou pelo Podemos, mas acho que ele tinha predileção em investigar e condenar o PT legitimamente. Não estou dizendo que a condenação é ilegítima. Mas, ouvintes, estejam atentos à figura completa”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s