Capitão Wagner terá de fazer publicação desmentindo associação de Sarto com facções criminosas

Decisão é do juiz da 115ª Zona Eleitoral

(Foto: Reprodução/Facebook)

O juiz Gerardo Magela Facundo Júnior, da 115ª Zona Eleitoral, concedeu direito de resposta ao candidato Sarto (PDT) referente a propaganda veiculada pelo adversário Capitão Wagner (Pros), em que associa o pedetista a fações criminosas.

Anúncios

Conforme a decisão do magistrado, a peça ultrapassa os limites de liberdade de expressão e atinge à honra do concorrente da chapa governista a sucessão do prefeito Roberto Cláudio (PDT). O conteúdo deve ser imediatamente removido do Facebook e do Instagram do Bolsonarista.

A pena para descumprimento da ordem é multa diária de R$ 50 mil. A peça foi vinculada e impulsionada em 11 de novembro.

Anúncios

Conforme a Justiça, o direito de resposta concedido a Sarto deve permanecer ainda disponível nas redes sociais do adversário por, ao menos, sete dias. A publicação deve ser compartilhada em formato público, sem restrições de visualizações para apenas amigos ou uma quantidade determinada de usuários.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s