Nos 57 anos do Golpe Militar brasileiro, clubes se manifestam pela democracia; cearenses silenciam

Assunto ficou entre os mais comentados durante o dia 31 de março

(Foto: Reprodução/Twitter)

No último dia do mês de março, dia em que marca os 57 anos do golpe militar, clubes de futebol de várias divisões no Brasil usaram as redes sociais para repudiar a Ditadura Militar e se manifestar em favor da democracia.

Anúncios

Em 31 de março de 1964, uma série de eventos culminaram em um golpe que usurpou o governo do presidente democraticamente João Goulart, também conhecido como Jango.

“Jamais esqueceremos, para que a liberdade nunca mais seja ameaçada. Por mais verdade e mais democracia, no futebol e no mundo”, publicou o Clube do Remo, do Pará, um dos primeiros a se manifestar, em seus perfis oficiais.

Anúncios

O rival Paysandu, também usou as redes para comentar a data: “Defender vigorosamente a democracia é garantir o seu próprio direito de sobreviver, portanto, jamais esquecer essa data para nunca mais acontecer”, disse.

Clubes como Corinthians (SP), Flamengo (RJ), Fluminense (RJ), Náutico estão entre os times que publicaram mensagens. Até a publicação desta matéria, nenhum clube cearense havia seguido o exemplo. A penas os perfis das torcidas Resistência Tricolor, Vozao Antifa e Resistência Coral se manifestaram.

Exemplo Argentino

No último dia 24 de março, dia do aniversário do golpe militar na Argentina os clubes do país relembraram e pediram: “Nunca mais”.

Anúncios

Veja as mensagens abaixo:

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s