Ciro Gomes diz que iria a Paris “cem vezes” se o obrigassem “a votar em bandido”

Ex-governador do Ceará concedeu entrevista a Rafinha Bastos

(Foto: José Cruz/Agência Brasil)

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) voltou a criticar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Em entrevista ao canal do humorista Rafinha Bastos, o ex-governador do Ceará afirmou que iria a Paris “100 vezes” se o obrigassem “a votar em bandido”.

Anúncios

O pedetista referia-se às eleições de 2018, quando foi terceiro colocado na corrida presidencial daquele ano e foi a Paris no segundo turno do pleito. 

“Eu não sou obrigado, sou um cidadão que escolhe o candidato pela melhor proposta que ele tem”, disse Ciro, acrescentando que Lula está impondo “cinismo aos jovens”, aplicando um ideal de que o País precisa ser governado por “bandidos”.

Anúncios
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s