Após ameaça golpista de Bolsonaro, PSDB convoca reunião para discutir posição sobre impeachment

Partido foi um dos principais articuladores do impeachment da ex-presidenta Dilma (PT)

Rogério Melo/PR

Após as manifestações e ameaças golpista do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nesta terça-feira, 8, o PSDB convocou uma reunião extraordinária da Executiva do partido para discutir o impeachment do chefe do Executivo.

Anúncios

O encontro está previsto para ocorrer nesta quarta-feira, 8. “O Presidente do PSDB, Bruno Araújo, convoca reunião Extraordinária da Executiva para esta quarta-feira, para diante das gravíssimas declarações do presidente da República no dia de hoje, discutir a posição do partido sobre abertura de de Impeachment e eventuais medidas legais”, publicou a sigla nas redes sociais.

Anúncios

Nos atos antidemocráticos deste 7 de setembro, Bolsonaro voltou a atacar a Constituição e os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). “Não podemos continuar aceitando que uma pessoa específica da região dos três poderes continue barbarizando a nossa população. Não podemos aceitar mais prisões políticas no nosso Brasil. Ou o chefe desse poder enquadra o seu ou esse poder pode sofrer aquilo que nós não queremos”, ameaçou Bolsonaro em Brasília.

Atualmente com 33 deputados federais e sete senadores, o PSDB volta a analisar participação em um impeachment. Em 2015, a sigla tucana foi uma das principais articuladoras do afastamento em definitivo da ex-presidenta Dilma Rousseff (PT). m

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s