Partidos de oposição se unificam em megamanifestação contra Bolsonaro em outubro

Ato ocorre em 2 de outubro

Alan Santos/PR

As megamanifestações contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), organizadas para 2 de outubro, ganharam  um reforço. Partidos de oposição ao Chefe do Executivo aprovaram unificação das siglas para os protestos.

Anúncios

O bloco formado por PT, Psol, PCdoB, PSB, PDT, Rede, PV, Cidadania e Solidariedade oficializaram a posição após reunião nesta quarta-feira, 15, data que marca a comemoração do Dia Internacional de Democracia.

Participam dos atos movimentos sociais, centrais sindicais, partidos de esquerda, assim estarão presentes governadores, artistas e personalidades de vários setores da sociedade brasileira.

Anúncios

Segundo comunicado divulgado pelo PT, serão realizadas manifestações nos dias 2/10 e 15/11. A primeira data já havia sido aprovada pelas frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo.

“Dia Internacional da Democracia PT, PSB, PDT, PSOL, PCdoB, REDE, PV, Solidariedade e Cidadania, reunidos em Brasília, decidem unificar ato nacional #ForaBolsonaro dia 02 de outubro em todo o país, somando-se aos movimentos sociais e sindical.Por Emprego, renda e contra a carestia”, disse Gleisi Hoffman (PT), presidenta nacional do Partido dos Trabalhadores.

Anúncios

O tom dos atos continua o mesmo. Além do impeachment do presidente, as manifestações focam na extensão do auxílio emergencial, vacinação em massa, contra as altas taxas de desemprego do Governo Federal, assim como a escalada dos preços de alimentos serviços.

Anúncios

“Unificou! Os partidos de oposição na Câmara – PSOL, PT, PCdoB, PDT, PSB, PV, Rede, Solidariedade, Cidadania – aprovaram agora os dias 2/10 e 15/11 para a realização de grandes mobilizações contra do governo. Agora é ampliar com todos que querem o impeachment!”, disse Juliano Medeiros, presidente nacional do Psol.

“Além de partidos de oposição e movimentos sociais queremos fazer algo ainda mais amplo, com a presença de governadores, artistas, personalidades diversas. Sem sectarismos, sem antecipar debates eleitorais, sem hostilidades. Vamos avançar e vamos derrubar Bolsonaro! Há esperança!”, finalizou.

Anúncios
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s