“Corredores Digitais Talks” debatem tendências, práticas ágeis e experiência do consumidor

Evento marcou a participação do programa na Feira do Conhecimento 

Imagem: Divulgação

No segundo dia de Feira do Conhecimento, o Corredores Digitais Talks reuniu os novos times de startups, que receberão mentoria e capacitação do programa nos próximos meses, para uma noite de conhecimento com especialistas da área. A programação iniciou com um evento exclusivo de apresentação das jornadas (criação e tração) da sexta edição do Corredores Digitais, maior desenvolvedor de negócios inovadores do Ceará. 

Em seguida, com participação do público em geral, os talks com convidados que discutiram tendências e oportunidades, práticas ágeis e experiência do consumidor. O primeiro a subir ao palco digital foi  Johnatan Highlander, mentor no programa de mentoria da Distrito, startup weekend e Wadhwani Foundation. Hoje com 25 anos de idade, Highlander é considerado “20 inspiring people in their twenties” pela maior empresa de consultoria empresarial americana, McKinsey & Company. Começou sua carreira no empreendedorismo aos 13 anos. 

Anúncios

O convidado destacou que não estamos vivendo apenas uma era de mudanças, mas sim uma mudança de era, com transformações ocorrendo muito mais rápido. Em vinte anos, já são quatro ondas de transformação digital: digitalização (2000), internet e geração de informação (2010), inteligência artificial (início do ano 2020) e robótica (meados dos anos 2020). 

“A transformação está em todo lugar, e as conexões importam para que esta transformação aconteça. Quando a gente fala em conexões, a gente pensa muito em foco no cliente, tecnologia, operações e pessoas, tudo isso forma hoje o que a gente chama de transformação digital, que levou empresas a se movimentarem muito rápido, trazendo foco e concentrando esforços em estratégias para gerar cada vez mais valor ao consumidor”, disse.

A segunda participação foi de Albert Shilling, gerente de projetos no Instituto Atlântico (empresa de P&D e Inovação tecnológica que possui processos baseados em padrões de qualidade e maturidade). Falando sobre “Filosofia e Práticas Ágeis”, o convidado apresentou aos times a metodologia Ágil, que existe para facilitar o dia a dia do empreendedor, a partir de dois pilares: pessoas e processos. “Não adianta trabalhar só com processos e não tão pouco só com pessoas”, defendeu.

Com pessoas, ele explica a importância de uma liderança participativa e transparente, que esteja junto, que envolva parceiros, que permita o autogerenciamento, que inclua rotina de feedbacks. Com processos, a aplicação de práticas que agilizem as atividades, de acordo com a realidade de cada startup, como programação em par, prototipação rápida, reuniões rápidas, integração contínua, gestão de backlog. 

Fechando a programação do Corredores Digitais Talks, Cesar Rabelo (CEO da PliQ), compartilhou sua vivência sobre “Customer Expercience – tendências para 2022 e 2022”, destacando o fortalecimento do e-commerce desde a pandemia e os conceitos atuais que precisam ser conhecidos pelos times.

A programação da Feira do Conhecimento, promovida pela Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), encerra nesta sexta-feira (26), com inscrições gratuitas, pela plataforma virtual https://app.virtualieventos.com.br/feiradoconhecimento

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s