Dia Mundial da Água: Reutilização e economia no foco principal das empresas

Imagem: Divulgação

Comemorado tradicionalmente desde 1993, o Dia Mundial da Água (22/03) foi criado pela Organização das Nações Unidas (ONU), com o objetivo de promover a reflexão acerca do comportamento do homem com a natureza e alertar a população para pautas que envolvem os recursos hídricos, como a conservação, proteção e combate à poluição.  

O consumo de água é atualmente um dos grandes temas de debate. Um estudo inédito do Instituto Trata Brasil, feito a partir de dados públicos do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS) de 2019, apontou que o Brasil desperdiça 39,2% de toda sua água potável captada, quantidade que daria para abastecer cerca de 63 milhões de brasileiros em um ano. A

Anúncios

mesma análise aponta ainda que se o país reduzisse as perdas de água poderia ter um benefício líquido de mais de R$ 27 milhões em 15 anos (até 2034).

Na indústria, a utilização de ações sustentáveis ligadas à reutilização e otimização do consumo já faz parte da rotina de diversas empresas, como um dos principais pilares sociais. Para a fabricante de MDFs na região do Pará, a Floraplac, 100% de toda água utilizada é reaproveitada, e mais de 80% dela está presente nas atividades diárias, conforme destaca a engenheira ambiental, Diana Olímpio: “A água está presente em mais de 80% dos processos da nossa fábrica, desde a lavagem do cavaco até o cozimento da fibra que vai ser triturada para produção do MDF.  Além disso, nossa fábrica funciona com energia gerada por uma termoelétrica própria, utilizando biomassa e água desmineralizada para geração de vapor. Nossa água desmineralizada é produzida também dentro das nossas instalações, pelo processo de trocas iônicas, um processo rigoroso, onde são realizadas mais de 130 análises diárias para garantir a qualidade da nossa água”, enfatiza.

Imagem: Divulgação

Ainda segundo Diana, uma estação de tratamento de efluentes é responsável também por garantir o desenvolvimento sustentável. “Dispomos de uma estação de tratamento com capacidade de produção de até 60m³ por hora, tratando todo o efluente utilizado no processo produtivo do nosso MDF, retornando a água de forma tratada para reuso”, declara. 

Saiba mais: 
https://floraplac.com.br/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s